quarta-feira, 16 de abril de 2014

Texto de leitor - Apenas por você - Prosa

Apenas por você



                                                   O mundo está doente. Doente de sofrimento. Doente de carência. Doente de rejeição. E por fim, doente de amor. E por esse último não acredito que seja pela falta dele e sim por seu exagero ou má distribuição. Existem sempre aqueles que amam demais, se apegam demais, se envolvem demais e é claro, sofrem demais. E é esse demais que te joga na lama e pisa por cima sem nenhum receio. Impulsivamente, pessoas se jogam nos braços do primeiro que lhe parecer ser o cara ou a garota certa. No primeiro encontro já têm a certeza de que foram feitos um pro outro e um mês depois compram dois potes de sorvete para tentar curar a decepção do fracasso amoroso. E é aí encontramos mais outro problema: a pressa. A pressa de se conhecer alguém, a pressa de se apaixonar e de colocar uma aliança no dedo. Fomos criados com a ideia de nascer, crescer, evoluir e morrer. E isso exige que encontremos alguém, formemos uma grande família com muitos filhos e netos. Mas sua vida não precisa se basear somente nisso. O caminho pode ser muito mais surpreendente que você imagina, a vida pode ser muito mais aventureira que você possa querer. Há tanto para viver, tanto para descobrir, lugares, pessoas, festas, bebidas, tanto para se experimentar. Tanto doce que substitui um sorriso, tanto abraço verdadeiro que vale mais que um beijo sem paixão. O ser humano está acostumado a relacionar felicidade com alguém e é isso que os torna tão dependentes de um companheiro para se sentir feliz. Felicidade não está relacionada somente a uma pessoa, ela simplesmente pode estar em qualquer lugar, em qualquer momento. Podemos encontra-la em uma simples música que te acalma ou no seu filme preferido que sempre passa na tevê. Basta que você se conscientize disso e pare de pensar que aquele alguém é o motivo da sua felicidade. Você é o motivo da sua felicidade. Você é o motivo por acordar todos os dias. E é somente você quem pode tomar as rédeas da sua existência e fazer de sua vida a melhor aventura que se possa imaginar. Não fique ligado a conceitos ou valores estabelecidos, melhor que segui-los é reinventá-los de acordo com o que você ama e te faz feliz. Não há um segredo para a felicidade ou para não se machucar. Os desafios te trazem coragem e os tombos lições. Não dá para não arriscar com medo de se ferir, antes ferida e com consciência limpa do que inteira e infeliz. Sorria por você, comemore por você, chore por você, dance por você. Faça tudo o que quiser e o que tem vontade, mas sempre, em qualquer circunstância, apenas por você.
Autora: Jordana Alves
Texto original, primeira publicação.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...