segunda-feira, 2 de março de 2009

Poesia - ONDE ESTÁS QUE NÃO RESPONDES?

ONDE ESTÁS QUE NÃO RESPONDES?

Clamei aos céus que me dissessem
Aonde tu, a quem amo, te escondes,
Os cadáveres comigo se parecem...
Onde estás que não respondes?

Morro de saudades Oh! Amada!
Brado "Anjos! Onde a pondes?"
Quero ver-te,... de luz areolada
Onde estás que não respondes?

Oh! Deus! Acaso não me ouves?
Acaso meus clamores não chegam a ti?
Bradei aos céus, aos mares, aos montes...

Procurei-te nas ruas, nas casas, nas fontes...
Nada puderam dizer... então parti...
Onde estás que não respondes?


Autor: ALEXANDRE ANTONIO COUTINHO FARIA

Escrito em dezembro de 1995

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...